Entrevista com a Banda Patriamada direto do RJ

Publicidade

Dê um clique na publicidade acima ou não utilize o adblock no site da rpa.

Banda Patriamada, tocando seu rock direto do RJ. Os caras lançaram recentemente o seu primeiro trabalho autoral, o EP ”Rock e Progresso”, com 6 faixas. Convidamos vocês a conhecerem um pouco sobre a banda e seu som:
Com letras que abordam temas sociais/políticos/ideológicos, a Patriamada preza por tentar agradar através de canções sem ‘futilidades’, e arranjos que mesclam o legítimo ‘rock brasileiro’ com influências de rock clássico e hard rock.
Banda formada por:

–  Marcos Peixoto (voz);
– Lander Júnior (guitarra/segunda voz);
– Raphael Henrique (baixo);
– Gabriel Moraes (bateria/backing-vocal);

Confira a página da banda:
http://goo.gl/83O2kX

 

Como vocês se conheceram e quando decidiram formar a banda?

A ideia de montar a Patriamada surgiu em meados de 2013, pouco após os protestos marcantes daquela época. Eu (Raphael, baixista) e Tarcízio (ex vocalista; saiu da banda) iniciamos o projeto, e logo depois entrou o Gabriel, que, a princípio, seria guitarrista (é multi-instrumentista). Porém, não conseguimos firmar uma formação ‘oficial’. Até que, no início de 2014, juntaram-se a nós Lander (guitarrista) e Marcos (vocalista), que eram colegas do Tarcízio e amigos de longa data do Gabriel, inclusive já tendo tocado juntos em outra banda. Daí, Gabriel foi para a bateria e seguimos adiante.

Percebemos que a banda aborda temas políticos/sociais. Qual a visão da banda ao nosso cenário político atual?

Infelizmente, o cenário político brasileiro não é nada bom. Não é legal generalizar, mas vemos muitos (talvez a maioria) políticos despreparados e gananciosos, pensando apenas em benefícios próprios e não do povo, como deveria ser. O país está em crise financeira, e se não for toda, a maior parcela de culpa é deles. Praticamente não ouvimos falar de atitudes honestas/exemplares por parte dos políticos, e, mesmo que tenham, na nossa visão essa minoria não possui poder suficiente para mudar alguma coisa. Por essas e outras que a Patriamada escreve letras políticas e sociais. Precisamos fazer a nossa parte, tentar incomodá-los traduzindo através da música parte do sentimento do cidadão brasileiro indignado com toda essa sujeira.

Como a banda vê nos tempos de hoje, é impossível não acessar a internet, escutar e baixar música. Qual a posição da banda sobre esse assunto?

Consideramos que a internet é importantíssima na vida de qualquer artista, do consagrado ao anônimo. É através da internet, da facilidade de procura, ainda mais nos dias atuais, que as pessoas (público) conseguem buscar o trabalho do artista, escutar suas músicas, acompanhar sua rotina… Seria hipocrisia dizer que a Patriamada não vive essa realidade e não usufrui disso. Porém, temos uma música, chamada SEM AMANHÃ, que relata justamente a alienação por parte da sociedade em relação ao uso excessivo da internet, deixando de aproveitar a vida de outras maneiras. Aqui fica o refrão dela: ‘’Sem celular, sem Instagram, sem Facebook, sem amanhã’’.

Em setembro-2015, foi lançado o primeiro trabalho autoral da banda, o EP Rock e Progresso, com 6 faixas (inclusive em formato físico). Como está sendo a recepção por partes dos fãs?

Até o momento, tivemos uma recepção bastante favorável. Temos feito a divulgação pela internet, com todas as músicas disponíveis para audição e download em nossa página no Soundcloud, e, nos shows, temos conseguido vender boa quantidade de CDs, com pessoas prestando atenção nas letras, gostando e se interessando em comprar.

Quais as novidades da banda para o 2º semestre de 2016?

A grande novidade para o segundo semestre é o lançamento do nosso primeiro clipe, da música BRASIL MELHOR, que teve takes filmados na Rocinha, maior favela do Brasil e do mundo. Muito em breve será lançado. Além disso, continuaremos com os shows, sempre tentando aumentar a agenda, e o próximo passo é tocarmos fora do Rio de Janeiro. Estamos fazendo contatos. Para 2017, possivelmente, um novo EP.

Por ultimo, galera, queria que vocês mandassem um alô pra toda galera que curte o som de vocês, a #RPAlternativo e quem acompanha a cena rock …

É isso, pessoal. Deixamos aqui um grande abraço a todos que curtem nosso trabalho e o públido do rock em geral, todos que acompanham e comentam em nossa página no Facebook (www.facebook.com/patriamadaoficial)… muito obrigado. O rock brasileiro precisa sempre de novidades. Galera da Ponto Alternativo, valeu pelo espaço e pelo interesse em nos conhecer um pouco mais. Obrigado. Segue o rock!

A Rádio Ponto Alternativo indica

Diego Curumim, CO-Fundador da Rádio Ponto Alternativo, curto bandas de Punk em geral, a ideia é indicar uns sons que quase ninguém conhece..


Rodapé